Pastoral do Dízimo

Pastoral do Dízimo

A Importância da Pastoral do Dízimo na Paróquia

A equipe da Pastoral do Dízimo é de fundamental importância na vida de uma paróquia, na medida em que exerce um trabalho pastoral de conjunto. É uma pastoral tão importante quanto a pastoral da Catequese, da Liturgia e tantas outras da nossa paróquia. Se a Pastoral do Dízimo não vai bem, enfrentando dificuldades, todas as outras são prejudicadas. Com efeito, Jesus sabia que quase tudo o que fazemos na vida baseia-se simplesmente na fé. A maior parte das nossas decisões é tomada inicialmente em razão do que sentimos ou acreditamos. Só depois racionalizamos para justificar nossas escolhas.

Assim, caríssimos paroquianos, é importante termos em mente que:

  • quando achamos que já chegamos, paramos de avançar; 
  • a mudança nem sempre é um hóspede bem-vindo; 
  • ter necessidades não nos torna carentes; 
  • o tempo por si só não é capaz de curar; 
  • não mude para ser amado, cresça a partir de você; 
  • existem ocasiões em que perdoar a nós mesmos é o mais árduo ato de amor.

VOCÊ SABE EM QUE A IGREJA APLICA O QUE RECEBE DO DÍZIMO E DAS OFERTAS?

Para melhor compreensão do destino do dízimo e das ofertas, é necessário lembrar que a Igreja é comunidade de fé, culto e caridade. 

Segundo São Paulo, a fé vem da preparação. Para ajudar as pessoas a darem uma resposta à fé e para manterem viva esta resposta nas pessoas que entram na comunidade, a Igreja precisa anunciar o Evangelho. O anúncio do Evangelho às pessoas que não despertaram para a fé em Cristo é a ação missionária. A animação da fé das pessoas que já deram seu sim a Cristo e integram a comunidade é a ação pastoral. Para realizar sua ação missionária e pastoral, a Igreja precisa de recursos, tanto para formar evangelizadores quanto para material de evangelização. É a dimensão missionária do dízimo.

Como comunidade de culto, a Igreja celebra o louvor a Deus. Precisa de um lugar para que a comunidade celebre e de meios diversos para realizar as celebrações. É a dimensão religiosa do dízimo.Como comunidade de caridade, a Igreja deve realizar a promoção humana. A promoção humana vai além do dar coisas, procura conhecer as causas da pobreza e desenvolver ações para eliminá-las. É a dimensão social do dízimo.

Para evangelizar, para celebrar o culto agradável a Deus, para promover a caridade, a Igreja precisa de uma infra-estrutura mínima: templo, casa paroquial com residência dos padres, secretaria, funcionários, salas para catequese e reuniões, equipamentos e demais necessidades.

O dízimo voluntário, generoso e consciente é a colaboração de cada família com a Igreja para ela continuar sua missão.

1º. Sou dizimista porque amo a Deus e amo o meu próximo. (2Co 9,7)

"Dê a cada um conforme o impulso do seu coração, sem tristeza nem constrangimento. Deus ama o que dá com alegria."

2º. Sou dizimista porque reconheço que tudo recebo de Deus. (Sl 23; 1Cor 4,7) 

"O que há de superior em ti? O que possuis que não tenhas recebido? E, se o recebeste, por que te glorias como se não o tivesse recebido?"

3º. Sou dizimista porque minha gratidão a Deus me leva a devolver um pouco do muito que recebo. (Lc 17,11-19) 

"Um deles, vendo-se curado, voltou, glorificado a Deus em alta voz. Prostrou-se aos pés de Jesus e lhe agradecia."
4º. Sou dizimista porque aceito como palavra de Deus o que leio na Bíblia. (Ml 3,10; Lc 21,1-4) 

"Levantando os olhos, viu Jesus os ricos que deitavam as suas ofertas no cofre do templo. Viu também uma viúva pobrezinha deitar duas pequeninas moedas, e disse: Em verdade vos digo: esta pobre viúva pôs mais do que os outros. Pois todos aqueles lançaram nas ofertas de Deus o que lhes sobra; esta, porém, deu, da sua indigência, tudo o que lhe restava para o sustento."
5º. Sou dizimista porque creio, e confio, em Deus Pai. (Mt 6,25-31)

"...Considerai com crescem os lírios do campo; não trabalham nem fiam. Se Deu  veste assim a erva dos campos, que hoje cresce e amanhã será lançada ao fogo, quanto mais a vós, homens de pouca fé."

6º. Sou dizimista porque o ato de partilhar irá matando o meu egoísmo. (Lc 12,16-21) 

"Antes de tudo, mantende entre vós uma ardente caridade."
7º. Sou dizimista porque creio na vida cristã em comunidade. (Mt 18,20)

"Porque onde dois ou três estão reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles."

8º. Sou dizimista porque Deus, o único pai rico, não quer nínguem passando necessidades. (Mt 25,40)

"...Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que fizeste isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, foi a mim mesmo que o fizestes."

9º. Sou dizimista porque gosto de viver em liberdade e alegria. (Jo 14,1-5; Mt 25,34) 

"...Vinde, benditos de meu Pai, tomai posse do Reino que vos está preparado desde a criação do mundo."

10º. Sou dizimista porque quero ver minha comunidade crescer e minha Igreja testemunhar o Evangelho de Jesus no mundo inteiro. (Mt 28,19-20; Mc 16,15)

"...Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda a criatura."

Diante das dúvidas e perguntas que sempre surgem na nossa convivência comunitária, propus-me a falar sobre a Pastoral do Dízimo e o que é ser dizimista.
É uma resposta concreta de compromisso e gratidão para com Deus, de quem tudo recebemos. É expressão de amor que torna possível o “milagre da partilha”. É acima de tudo, uma resposta de fé.  Só faz sentido quando é espontâneo, alegre, sem ser obrigado. A Bíblia diz assim: “quando ofereceres alguma coisa esteja de rosto alegre e consagre o dízimo com boa vontade. Ofereça ao Altíssimo conforme o dom que ele dá a você. Dê com generosidade, segundo as suas possibilidades. Porque o Senhor retribui a oferta e em troca, lhe dará muito, mito mais” (Exilo.35,10-13).

Assim como a flor nasce da planta e esta da terra, assim o dízimo nasce do coração e este de uma vida experimentada e vivenciada na Palavra de Deus. Se assim procederes, o dízimo fará sentido, e se assim entenderes, ele será sempre uma doação consciente e alegre.Colaborar com o dízimo é sempre um convite a experimentar a alegria da fraternidade, da generosidade e da colaboração.O dízimo é um segredo de Deus para com seus filhos; é uma maravilhosa descoberta; um retorno cheio de alegrias e de esperanças renovadas.

O dízimo tem essencialmente três dimensões:

  • Dimensão Religiosa: Sustentar de forma digna a Igreja com todo o seu trabalho social, litúrgico e de evangelização.
  • Dimensão Social: Auxiliar os pobres, doentes, idosos e demais necessitados da paróquia.
  • Dimensão Missionária: Ajudar os missionários, promover a evangelização, especialmente, nas comunidades mais carentes, ensinando e vivenciando a Palavra de Deus junto aos irmãos e irmãs.

Caros amigos e amigas! Deus nos abençoa tanto e nos concede tantas coisas maravilhosas... Respondamos de forma positiva ao nosso Deus, assumindo o compromisso que a Pastoral do Dízimo nos apresenta. Ela pede que todos sejamos dizimistas e assim eternamente abençoados em nossa vida e em nosso trabalho.

Pastoral do Dízimo - Calendário

Agosto de 2017
D S T Q Q S S
1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31
Nenhum evento encontrado.